“Temos de ser mais eficazes” – João Marques

O SC Braga recebe, este domingo, o Valadares Gaia FC no apelidado de jogo grande dos quartos de final da Taça de Portugal Allianz. Duas das melhores equipas de futebol feminino, a nível nacional, estarão frente a frente num encontro em que se esperam emoções fortes. João Marques, técnico da equipa minhota, projetou um jogo difícil contra a formação gaiense.  “É um adversário difícil, numa competição diferente. Já defrontarmos duas vezes esta equipa e tivemos sempre muitas dificuldades contra esta equipa. É um conjunto muito bem organizado, com boa atitude e nota-se que é um grupo muito unido em campo. Esperamos muitas dificuldades, mas estamos a preparar-nos bem para este próximo desafio.”

No último encontro entre as duas equipas, o Valadares Gaia FC adotou uma postura defensiva, apostando no contra-ataque. Questionado se pensa que a formação de Vila Nova de Gaia apresentará a mesma abordagem tática, o técnico da equipa minhota concordou e referiu qual será a chave de sucesso para que desta vez garanta uma vitória. “Penso que o Valadares Gaia FC vai jogar da mesma forma. Vai ser uma equipa muito bem organizada defensivamente e muito forte nas transições. Nós temos de ser mais eficazes e mais frios na finalização do que no último embate contra esta equipa para vencermos este próximo encontro.”

O SC Braga eliminou a AR Meirinhas e o Boavista FC desta competição. Interpelado se prevê que este seja o maior desafio da equipa nesta competição, o treinador das Gverreiras do Minho disse que não relembrou o jogo difícil frente à formação axadrezada. Contudo, afirmou que este será um jogo importante para ambas as equipas. “Nós encaramos os jogos todos da mesma forma, o jogo com o Boavista FC foi muito complicado de vencer. Neste jogo, vamos esperar as mesmas dificuldades. Esta competição pode salvar a época do Valadares e para o Braga também é um jogo muito importante. Será um bom espetáculo de futebol.”

João Marques foi um dos nomeados para as Quinas de Ouro e mostrou-se feliz por ver o seu trabalho e o da sua equipa técnica ser distinguido. “É gratificante ver o meu trabalho e da minha equipa técnica ser reconhecido, mas trabalhamos para conquistar troféus coletivos, esses para nós são os mais importantes. Mas, estar nomeado para as quinas de ouro é um motivo de orgulho e dá-nos motivação para trabalharmos cada vez mais.”

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register