“Oportunidade para cimentar processos” – Jorge Simão

Jorge Simão projetou, este domingo, a partida com o SC Covilhã a contar para a 2.ª jornada do Grupo C da Taça CTT. Depois do desaire com o Rio Ave FC na jornada inaugural, o SC Braga tem nova batalha caseira, numa jornada decisiva para o futuro dos Gverreiros do Minho na competição que conquistaram em 2012/2013. Nesse sentido, Jorge Simão garantiu que a sua equipa vai abordar o jogo de forma séria, naquela que considera uma oportunidade para cimentar processos. “O SC Braga vai abordar este jogo da mesma forma que aborda todos os outros. As contas do grupo não influenciam em nada a minha forma de pensar e a dos jogadores. É importante dizer que há um treinador recém chegado e que estamos numa fase de alteração de comportamentos, que é sempre desconfortável porque há um mudança de hábitos, rotinas, ideias e até mesmo liderança. Isto é um ponto que é impossível escamotear e que nos obriga a aproveitar todas as oportunidades para cimentar o nosso processo. Este jogo é uma oportunidade”, disse acrescentando: “Nem que o jogo de amanhã fosse com o Real Madrid, a abordagem mental que teríamos de ter é precisamente esta: a de quem está num processo de solidificação de comportamentos. A ideia, independentemente do adversário, é fazermos o jogo que queremos e sermos capazes de traduzir em campo os comportamentos que queremos que aconteçam”.

Desafiado a desvendar os desejos para o ano de 2017, Jorge Simão assumiu-se um homem de objetivos e não de desejos, salientando que os mesmo há muito estão traçados e que permanecerão intactos. “Não sou muito de desejar coisas, mas sim de traçar objetivos. Para mim, o traçar de objetivos não está dependente da passagem do dia 31 de dezembro para o dia 1 de janeiro. As metas foram traçadas, são públicas e manter-se-ão até à última gota de suor”.

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register